Asfalto nas ruas de IP

(Foto de Olga Proaño)

Estive em Ipaumirim para celebrar junto com familiares e amigos, o período de páscoa. Fiquei feliz pelo bom inverno em nossa terrinha, vendo os verdes que cercam toda a nossa cidade, mas fiquei triste apenas por ver que literalmente nada têm sido feito pela nossa Ipaumirim. As ruas estão totalmente esburacadas, lixos por toda parte, as praças velhas e abandonadas. Senti falta da Secretaria de Cultura que não realizou nenhum evento para lembrar a morte e a vida de Cristo.
Lembro-me das peças teatrais do TAIE – (Teatro Amador Estudantil de Ipaumirim) dirigido por, Maria Zilma da Silva (Maroca) que reunia multidões no Forripá. Deveria ser criado com alunos do município e da Escola Dom Francisco, oficinas teatrais, oficinas de danças, poderia também investir nos jovens dos distritos e privilegiar as iniciativas do Distrito de Felizardo. A terrinha tem povo criativo e inteligente, falta apenas o olhar de alguém que veja as suas possibilidades e busque alternativas para aproveitar o potencial artístico local.
Na área da saúde, pude notar que já existem alguns casos de dengue, mas segundo amigos que trabalham na secretaria, estão tomando as devidas providencias para que não se elevem os casos. Pelos lugares onde passei e conversando com amigos, todos dizem de uma boca só, que gostaria de ver Ipaumirim com praças pintadas, com ruas sem buracos e tudo organizado.
E também em vez enquanto, encontrava alguém com esperança, de ver essas mudanças apartir do começo do próximo ano.
E QUE VENHA A ELEIÇÃO.
Erivando Teles
OBS: Esse artigo não foi criado na intenção de atacar ninguém, e sim feito para que as pessoas dêem mais valor
para o que se tem.
Anúncios