O CELULAR
I
Eu comprei um celular
Pra falar com um certo alguém
Sei que não vou conseguir
Viver sem meu grande bem
Que é digno de muito amor
Que a mim já conquistou
E que muito me convém!
II
É através do celular
Que mato minha saudade
Estando de ti meu bem
Quase que na orfandade
Nele através da voz
Tem trazido para nós
Enorme felicidade
III
Podemos bater um papo
Com amigos ou parentes
Sendo momento oportuno
Quando estamos ausentes
Na hora que conversamos
Com alguém do qual gostamos
Ficamos muito contentes!
IV
São muitas as descobertas
De pessoas inteligentes
Mas sei que o celular
É uma das mais recentes
Que está do nosso lado
Para o mesmo ser usado
Por nós, seres viventes!
#########

(Poema publicado no livro A arte da poesia, lançado em janeiro/2008 durante o VI Encontro dos Filhos e Amigos de Ipaumirim)

Cícero Pereira dos Santos é natural do Sítio Xiue-xique, município de Barro – CE tendo nascido em 02 de dezaembro de 1978. Seus genitores são Constantino Victor dos Santos e Rosa Pereira Lucas. Iniciou seus estudos no Grupo Escolar Amancio Bizil e concluiu o 2° Grau no Colégio XI de Agosto (hoje, Escola Dr. Jarismar Gonçalves Melo), em 1998. O seu interesse pela poesia foi despertado através do rádio onde este costumava ouvir outros poetas apresentarem seus poemas. Sendo um jovem de grande sensibilidade, sentiu-se motivado a compor seus próprios trabalhos o que redundou em belas composições que expoem o que há de mais singelo na alma humana. Atualmente trabalha na Rádio Acaban FM, radio ipaumirinense, onde concretiza um sonho que acalenta desde criança o de ser um radialista na verdadeira acepção da palavra.”
(Biografia escrita por Luma Dore)

Fonte: A arte da poesia, de Cícero Pereira dos Santos. Ipaumirim. 2008. Edição do autor.

Anúncios